PARA BLOGS

PARA BLOGS
LINKS ÚTEIS

GUIA SÃO PAULO

GUIA SÃO PAULO
GUIA SÃO PAULO

GUIA DEFINITIVO

GUIA DEFINITIVO
GUIA DEFINITIVO

O Pra Sempre, Sempre Acaba...



Ás vezes, simplesmente a gente percebe que o tempo passa, as pessoas mudam e os amores não são mais os mesmos, outras vezes a gente percebe que por mais que o tempo passe, o amor só aumenta, até que num determinado dia, numa determinada hora de uma sexta-feira qualquer, você recebe a notícia de que acabou, assim sem mais nem menos, simplesmente acabou e você perde literalmente o chão, o ar e o amor da sua vida e passa a entender então porque a gravidade realmente é fundamental, caso o contrário, você já estaria flutuando por ai, deixando suas lágrimas por todos os cantinhos que passasse.

Você o conhece, da forma mais honesta que se pode conhecer o amor de alguém, se tornam amigos, confidentes, companheiros de escola e de vida. A risada dele, era e continuará sendo a mais bonita que você já ouviu. O jeito único, a forma como segurava sua mão te fazendo sentir a pessoa mais importante do mundo, tudo isso continuará eternizado na sua memória. Ele sempre fora tão carinhoso, competente, inteligente e cavalheiro, nunca deixou com que você pagasse a conta, nunca te deixou esperando e se sacrificou inúmeras vezes só pra te ver feliz. Até que num belo dia, os defeitos surgem e toda essa falsa responsabilidade com o amor some; mas ainda assim você insiste, persiste, porque é possível ver no fundo dos olhos dele que o sentimento é reciproco e que apesar de todas as batalhas, vocês seguem juntos nessa luta da vida, servindo de força e inspiração um para o outro, sonhando juntos e imaginando o amanhã. Inúmeros planos são feitos apesar de todas as dificuldades, até que em outro belo dia o destino resolve surpreender, assim sem hora marcada e sem avisar, surge uma proposta irrecusável, uma oferta que deve ser aceitada e que infelizmente é a quilômetros de distância dali.

Que me perdoem os românticos incuráveis, mas sou realista, fria e uma economista nata, amores podem sim sobreviver a distância, mas não era o caso, uma relação já tão desgastada pelo tempo e pelas adversidades não resistiria nem a uma chuva fina, quem dirá a uma mudança de estado.

Os dois nunca tiveram muita sorte no amor, se sentiam contemplados por terem se encontrado nessas estradas da vida, e sabiam que não era a melhor época para se apaixonarem. Mas quem é que controla isso? Me diz e enviarei a ele uma carta com essa história e um pedido para que eles consigam, apesar de tudo, se reencontrarem novamente um dia. Porém só o amor não basta, porque se bastasse eles ainda estariam juntos, porque amor eles tinham, e era lindo, desses amores que contagiam os amigos e todos ao redor. Porém não bastou e o que todos juravam ser pra sempre, simplesmente acabou, como diria a letra de uma música tão conhecida e que esse casal gostava tanto. Ele aceitou a proposta e foi embora jurando que um dia voltava, mas a gente sabe que talvez isso nunca aconteça. Ela resolveu seguir a vida e quando ia contar essa história para alguém, em meio a todas as lágrimas, lembranças e saudades, ela sempre começava a história assim: “Ás vezes, a gente simplesmente percebe que o tempo passa...”, porque ela realmente queria acreditar que o tempo curaria tudo.

Rafaela Fatobene, quase escritora, quase economista, e em meio a todos esses quases, quase descobriu o amor uma vez, e nunca mais se esqueceu que escrever sobre o amor, alivia todos os problemas.

Nenhum comentário

Back to Top